Estrobo de leds com 555 e transistor BC547

4
13215

Avalie este artigo
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4,00 - 1 votos)

Venho por meio deste post para ajudar a todos, fiz um circuito de estrobo utilizando o circuito integrado 555, o circuito também pode ser feito com transistores NPN BC547, BC548 ou BC549. Também fiz um circuito para leds rítmicos utilizando o transistor NPN TIP31.

O 555 é um circuito integrado que pode ser utilizado como temporizador ou como oscilador, o nome 555 foi dado ao circuito integrado porque internamente existem 3 resistores de 5KΩ que fazem parte do circuito de referência do circuito integrado.

Receba nossas notícias de eletrônica em seu e-mail. Cadastre seu e-mail no formulário abaixo para receber

555 Estrobo de leds com 555 e transistor BC547 Iluminação

Descrição dos pinos do 555

Pino 1 – GND

Pino 2 – Disparo, quando o pino 2 recebe uma tensão menor que 2/3 da tensão de alimentação o circuito entra em operação, nesta situação o pino 3 (saida) recebe tensão com valor igual ao Vcc (pino 8) e corrente máxima de 200mA.

Pino 3 – Saida, tensão igual ao VCC e corrente máxima 200mA.

Pino 4 – Reset e utilizado para interromper o ciclo de temporizacao caso ocorra algum tipo de emergência, se o reset não for empregado, este pino deve ser ligado ao VCC.

Pino 5 – Referência, neste pino e possível acessar o sistema de referência do 555, caso isto não seja efetuado, deve-se ligar um capacitor em relação ao GND de valor superior ou igual a 1nF, para filtro.

Pino 6 – Threshold, neste pino é conectado o capacitor do tempo CT, através deste pino o circuito integrado verifica se o capacitor ja atingiu 63% da carga total.

Pino 7 – Descarga, este pino tem a função de descarregar o circuito integrado antes de iniciar um novo ciclo de temporização.

O circuito está elaborado como um oscilador que pode ser usado como estrobo, o tempo entre o led ligar ou desligar depende da resistência e da capacitância.

O modo oscilador do 555 é realizado através do disparo contínuo do circuito do temporizador através da conexão do pino 2 ao pino 6, local onde estará conectado o capacitor CT, neste circuito também há um resistor entre os pinos 7 e 6 do circuito integrado chamado de RA, este resistor é responsável pela diferença dos tempos ligado e desligado do oscilador, quando não é necessário tempos diferentes, o usual é a utilização de um resistor com valor acima de 100Ω.

O resistor do tempo chamado no circuito de RB é responsável pelo tempo da oscilação, a especificação do circuito é dada em função das equações, o oscilador não possui pino de disparo, iniciando a oscilação no instante em que a alimentação é conectada. A Figura abaixo ilustra o circuito do oscilador com 555..

circuito oscilador Estrobo de leds com 555 e transistor BC547 Iluminação

 Cálculo dos componentes conforme tempo

A especificação do circuito é dada em função das equações.

  • CT = (T1 + T2) / 5
  • CT em uF
  • RB = T2 / (0,693 x CT)
  • RB em MΩ
  • RA = RB –[T1 / (0,693 x CT)]
  • RA em MΩ

Ex: Considerando T1 = T2 = 0,4 segundos.

  • CT = (0,4 + 0,4) / 5 = 0,16 uF, usar 0,1uF
  • RB = 0,4 / (0,693 x 0,1) = 5,77 MΩ usar 5M7
  • RA = 5,77 –[0,4 / (0,693 x 0,1)] = 0 neste caso, como os tempos são iguais, RA assume o valor qualquer acima de 100Ω, como exemplo RA= 1KΩ.

Fiz o o teste do estrobo no protoboard, para regulagem do tempo pode ser empregado um potenciômetro (PT) acima de 10KΩ antes do resistor RA. como no circuito abaixo;

circuito oscilador regulavel 450x304 Estrobo de leds com 555 e transistor BC547 Iluminação Circuito estrobo com CI 555, teste.

Strobo 450x337 Estrobo de leds com 555 e transistor BC547 Iluminação   Para visualizar o vídeo do teste clique aqui.

 Estrobo à transistor

O circuito abaixo é um oscilador utilizando transistores NPN, o mais comum BC548.Astable com transistores NPN

Os resistores R2 e R3 e os capacitores C1 e C2 são os componentes que determinam o tempo do estrobo, quanto maior for a resistência e a capacitância maior é o tempo para o led piscar, e vice-versa. Os resistores R1 e R4 são utilizados para dar queda de tensão para o led. O TR1 e TR2 são transistores NPN onde pode ser utilizado o BC547, BC548 ou BC549, no caso de utilizar mais de 3 leds poder ser usado o transistor TIP31.  Os capacitores devem ser despolarizados, ou seja, não devem ter um pino positivo e um negativo, no caso de querer usar capacitor em microfarad (uF) de maior valor pode ser usado dois capacitores eletrolíticos polarizados e juntar os negativos dos 2 capacitores e o positivo de cada capacitor são os terminais para conectar no circuito.

Nós recomendamos EasyEDA para Layout e fabricação de PCB
Protótipos PCB com rapidez e baixo custo - EasyEDA
10 pcs 2 layer somente $10,00, Cadastre-se grátis em EasyEDA e ganhe $5,00

Já está no Facebook então venha fazer parte do melhor grupo de eletrônica
Comentar via Facebook

4 COMENTÁRIOS

  1. Olá Cristian!
    Obrigado pelo seu interesse em nos ajudar.Gostei do seu projeto.
    No momento montei este aqui:
    http://i194.photobucket.com/albums/z182/soschip/2007-08-12_080839.jpg
    Funcionou perfeitamente , mas o problema é que queria que les ficassem ritimicos também!
    Sou leigo em eletrõnica e pouco que sei aprendi qdo cursava engenharia civil,disciplina de intalações eletricas…rs.Seria possível adaptar esse esquema para piscar também ao ritmo da musica?
    Desde já agradeço por sua colaboração! Valeu!!!!!

    • Olá Gilberto na verdade não dá para adaptar, pois este circuito é somente estrobo, se quiser um led ritmico(pisca conforme a musica) usa este circuito http://www.te1.com.br/2013/02/leds-ritmicos/#axzz2WGNhB3Se

DEIXE UMA RESPOSTA