SuperStrong – Amplificador de áudio 100W

4
1176

Avalie este artigo
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (5,00 - 1 votos)

Olá amigos. Conheçam o SuperStrong

Venho compartilhar com vocês um projeto que nasceu no clube de Eletrônica deste site no facebook após muita conversa com os participantes sobre as deficiências do MiniStrong.

Receba nossas notícias de eletrônica em seu e-mail. Cadastre seu e-mail no formulário abaixo para receber

Trata-se se um amplificador de áudio de 3 estágios com espelho de corrente para o par diferencial. Tem corrente de BIAS ajustável conforme o desejo do montador.

A tensão de alimentação indicada é de 35+35VDC, o que exige um transformador de 25+25VAC (VDC = VAC*1,41). Corrente minima de 3+3A

Como trata-se de um projeto colaborativo, não existem restrições para uso do esquema, modificações entre outras. Pede-se apenas que se você for usar este esquema do modo que está, informe o desenvolvedor.

final SuperStrong   Amplificador de áudio 100W superstrong amplificador de áudio Amplificador
O esquema do amplificador

 

Mais abaixo vocês encontraram o link para download do projeto completo em meu site.

Atenção para os ajustes:

Antes de ligar o mesmo, certifique-se que soldou tudo corretamente. Cautela nunca é demais nesses casos.
Verifique se você possui a disposição uma lâmpada série. Ela será necessária para evitar problemas caso tenha havido erros na montagem.

Energize o amplificador através da lâmpada série SEM sinal de entrada e SEM auto-falante.
Ajuste o trimpot R17 medindo a tensão sobre base de Q10 e Q7 (TIP41C/TIP42C). A tensão DEVE ficar entre 1.2 e 2V. Este ajuste é conhecido BIAS e determina a corrente de repouso dos transistores de potência. Se a mesma ficar muito alta, os transistores superaquecem e podem queimar e ainda pode haver aparecimento de DC OFFSET alto na saida. Se muito baixa, o amplificador deixa de funcionar em classe AB e passa a funcionar em classe B e haverá muita distorção de crossover. Recomendo 1.5V.

Meça o DC OFFSET na saida sem entrada nem auto-falante. Não deve ultrapassar 50mV em nenhuma hipótese.

Tudo pronto? Conecte o auto-falante AINDA com a lampada série. Conecte um sinal de entrada e verifique se o funcionamento está correto. Tudo certo? Desligue-o da lampada série e ligue-o diretamente à rede elétrica (através do transformador, claro).

DOWNLOAD DO PROJETO COMPLETO (via sigmaeletronica.com.br)

Espero que lhe proporcione muitas horas de diversão sonora. Abraços de seu amigo Paulo Henrique Prado Silveira. Agradecimentos ao clube de eletrônica, ao site TE1 pelo espaço.